Deus tocou o meu coração e minha alma,
abrindo meus olhos para a verdadeira essência da vida.

6 de novembro de 2016

Eficiência tecnológica.

Hoje pela manhã ao ligar o carro para sair, como sempre automaticamente o sistema de som entra em funcionamento trazendo sempre a rádio que ficou sintonizada por último, e mesmo sendo uma rádio FM, talvez por ser muito cedo, retransmitiam uma missa e estava justamente na hora do sermão do Padre, que tecia comentário sobre a parábola do joio e do trigo, e já estava em suas considerações finais.

Entretanto, aquela fração de tempo, foi o suficiente para que durante todo o período que durou o meu percurso, cerca de aproximamente uma hora, eu tentasse me silenciar para refletir sobre o tema. E confesso, não consegui. Cheguei a triste conclusão que criamos para nós um mundo de tanta eficiência tecnológica, que é quase impossível desconectar dele.

Somente durante a volta que consegui me sintonizar comigo mesmo, algo muito estranho, o barulho do mundo anda tão ensurdecedor, que simplesmente não conseguimos mais ficar em silêncio.

Muitos devem estar imaginando que estou louco, que calar-se ou manter-se em silêncio nos dias de hoje é sinal de covardia; imagine, então, se eu disser que é salutar ficar em silêncio e de preferência em prece; daí mesmo que eu sou um covarde fanático.

Às vezes fazer o bem é calar-se. Por exemplo, quem ama consegue calar-se para não ferir. Quando entramos em oração ela nos reveste de confiança para seguirmos em frente. Algumas vezes perdemos a oportunidade de ouvir o que Deus está querendo nos dizer, porque não sabemos nos silenciar.

Porém, voltando ao início do texto, sobre a parábola do joio e do trigo, creio que todos, temos dentro de nós, o joio e o trigo, tal qual nos ensinou Jesus, então, descubra dentro de si o joio que contamina a sua alma e queime-o fazendo o bem, aliás, todos àqueles que sabem fazer o bem e não fazem, não praticam a caridade, em outras palavras, estão fazendo o mal. Assim, faça o bem mesmo em pensamentos, são eles a mola propulsora a fonte primária da nossa energia.

Aproveitamos, pois, a oportunidade de silenciarmos e mudemos a vida de alguém, a nossa é claro; adoramos falar daquilo que não conhecemos, o nome disso é falso testemunho, sendo assim, cuide exclusivamente da sua.

Sorrir contagia, passe adiante.

Um beijo no coração e que Deus nos abençoe.


Silvio Klinguelfus Junior

9 comentários:

  1. Sem duvida ficar em silêncio , orar , ou simplesmente saber escutar são coisas que hoje poucos fazem e que muito nos ajudam . Grande abraço

    Evandro

    ResponderExcluir
  2. Como sou sua fã, rsrsrs, é suspeito eu dizer que o texto é mais uma vez maravilhoso, cuidar de nós mesmos é crescimento espiritual, qto ao nosso silêncio (pelo menos o meu) é sempre mal interpretado, sempre chega alguém a perguntar:_O que vc tem, porque está triste?respondo,_é paz interior! , mas mesmo assim, "a gente vai levando"... ��, um abraço, Deus te abençoe sempre �� Cece Vieira

    ResponderExcluir
  3. Bonito texto. É sempre bom se calar e entrar em contemplação.

    Rafael

    ResponderExcluir
  4. Todos temos o joio e devemos identificá-lo e queimá-lo. Muito bom Silvião! Parabéns e grande abraço. Guilherme

    ResponderExcluir
  5. Adoro o silêncio!
    Como dizem, o silêncio é uma prece!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Já diz o ditado popular: - A palavra é de Prata, o silêncio de Ouro.

    ResponderExcluir
  7. Preciso mesmo ficar mais em silêncio comigo, olhar mais pra dentro de si para encontrar algumas respostas e tentar procurá-las menos no google! RS... :-|
    E mesmo em silêncio, sorrir....
    Curti o final do seu texto tbm.
    Abç!

    ResponderExcluir