Deus tocou o meu coração e minha alma,
abrindo meus olhos para a verdadeira essência da vida.

6 de agosto de 2017

Conscrição Divina.


Assistindo ao noticiário político do Brasil, não há como não se revoltar, haja estomago para tanto.

Esses políticos podem até acreditar que estão levando vantagens agindo dessa forma e até acreditarem ser um benefício a eles, entretanto, ao longo do tempo, irão observar o tamanho do prejuízo que causaram; podem acreditar a cobrança será proporcional.

Muitos me acham um tolo por acreditar em uma Justiça Divina, sinceramente eu creio que somos em todo momento convocados a dar o nosso testemunho e os nossos representantes não fogem a essa regra.

Para mim Deus que saber onde você está com Ele.

Sendo assim, podemos levar o bem para o mal, mas não podemos jamais levar o mal para o bem. E o que fazem os nossos políticos? Será que eles administram a coisa pública e a vida deles com sabedoria?

Perdem eles uma enorme oportunidade de praticarem a caridade e de transformarem para melhor a realidade de todos.

Se todos nós obedecêssemos e respeitássemos as Leis Divinas, no tempo certo tudo se resolveria, aliás, por falar em tempo, esse instrumento nos foi dado por Deus, e infelizmente o desperdiçamos inutilmente. Sim, Ele nos deu a vida e o tempo, porém, o que fazemos com eles é de nossa absoluta responsabilidade.

Em outras palavras, se desejamos ser felizes, precisamos nos transformar com base nas Leis Divinas e Morais.

Vivemos presos a pesos que carregamos de forma desnecessária, somos resistentes a aceitar as Leis Divinas por absoluta falta de coragem, sucumbimos às tentações e deixamos aflorar em nós as más inclinações e a nos arrastar pelos vícios, contraindo dívidas pesadas que afloram em doenças graves, tudo pela absoluta falta de fé.

Entendamos, nós somos os herdeiros de nós mesmos, somos os construtores da nossa própria história e legado. Somos o filho pródigo da parábola... voltamos ao Pai, totalmente estrupiados, sujos, acabados e humilhados; infelizmente, é nessa condição que invariavelmente nos apresentamos ao Pai, humilhados e totalmente no chão, literalmente no pó. E o que faz Deus? Ele nos recebe de braços abertos, cuidando imediatamente de nós, devolvendo-nos a dignidade.

Todos sem exceção, somos convidados para este Banquete Divino, basta retornarmos, fazermos a conversão, mudar a rota. Quando comparecemos Deus fica imensamente feliz.

E como aceitar a esse convite?

Vejam bem, diante de tudo o que aconteceu comigo, aceitei a Jesus, e tal qual o filho pródigo, fiz a conversão de volta ao Lar. Hoje é com muita alegria que dou o meu testemunho. Se você também que aceitar a esse convite, então mãos-a-obra.

Comece trabalhando incansavelmente no seu capital espiritual, seja humilde, adote a gratidão, passe a amar e a aceitar o teu próximo, perdoando-o, enfim, viva em paz.

Quando assim passamos a agir, nossa luz fica em evidência, automaticamente passamos a clarear tudo ao nosso redor, dando um norte àqueles que seguem lado a lado conosco nessa caminhada chamada vida.

Para finalizar, aprendamos de uma vez por todas, que quem serve depende apenas de si mesmo, agora, quem quer ser servido, sempre dependerá do outro.

Um beijo no coração e que Deus nos abençoe hoje e sempre.


Silvio Klinguelfus Junior

ps. Gratidão ao Dr. Plínio.

Um comentário:

  1. Mais uma vez Agradeço pelas sábias palavras irmão...
    Deus vos Abençoe Sempre 🙏

    ResponderExcluir